novembro 2014 Posts

Receitas de sorvete sem lactose!

Sexta-feira começa com um clima diferente: ficamos mais animados e trabalhamos com um sorriso no rosto, não é? Mas nada disso é desculpa pra descuidar da dieta – na verdade, se você é intolerante à lactose, ignorar as restrições pode atrapalhar seu fim de semana inteiro!

Clicado por:  Surfelx

Clicado por: Surfelx

Mas, mesmo sendo o leite um ingrediente popular em cremes, sorvetes, chocolates e bolos, dá pra se deliciar e ainda segurar a onda – apenas aposte nas sobremesas saudáveis.

Quer uma dica de ouro? Sorvete sem lactose e com pouquinho açúcar! Fica uma delícia e dá pra saborear sem preocupação.

Olha só:

Sorvete de creme sem lactose

Clicado por:  Dulanotes

Clicado por: Dulanotes

Ingredientes:

1 lata de condensado de soja

2 caixas de creme de soja

3 gotas de essência de baunilha

Modo de Preparo:

Despeje uma lata de leite condensado de soja em uma panela de pressão, cubra com água (até dois dedos acima do leite condensado) e cozinhe por 40 minutos. Após, espere esfriar,  e bata no liquidificador junto com o creme de soja e a essência, por 15 minutos. Quanto mais bater, mais cremosa a mistura!

 

Sorvete de morango sem lactose

Clicado por: Easy eyes

Clicado por: Easy eyes

Repita a operação acima e acrescente uma caixa de morangos ao liquidificador. Pique outro pacote da fruta e acrescente à mistura antes de levar ao freezer.

Sorvete de chocolate sem lactose

Clicado por: Commoncents

Clicado por: Commoncents

Essa variação também é simples. No lugar dos morangos, cacau em pó. Uma colher de sopa adicionada ao liquidificador é suficiente.

Quer uma combinação perfeita para uma sobremesa saudável? Água da Pedra ;)

 

Fonte: Diário Sem Lactose

Meditação Osho: uma pausa só pra você

A semana começa tão corrida que já na quarta-feira você está esgotada? Calma: quem tem um estilo de vida estressante apenas precisa encontrar um momento para si. Já ouviu falar na Meditação Osho? Ela foi criada para aliviar tensões e relaxar corpo e mente em apenas uma hora de prática.

Clicado por: R.M. Healing

Clicado por: R.M. Healing

A técnica foi criada nos anos 60 pelo mestre espiritual indiano Osho. Ele orientava as pessoas a praticar a meditação pela manhã, já que, para ele, “toda a natureza torna-se viva, quando a noite se foi, o sol está chegando e tudo se torna consciente e alerta”. Mas, é claro, se o estresse tá lá em cima, vale praticar quando você achar melhor!

Clicado por: Mitchell Joyce

Clicado por: Mitchell Joyce

Para o Osho, a meditação também deve ser dinâmica. Por isso, ela contempla cinco estágios, para que possamos “botar pra fora” nossas frustrações e acalmar a mente em seguida.

Sozinho ou em grupo, em casa, em um centro de meditação ou ao ar livre, busque um espaço sem muitas distrações, tire os sapatos e faça o teste:

Primeiro estágio: Respire por 10 minutos, concentrando-se na expiração.

Clicado por: Aluni

Clicado por: Aluni

Segundo estágio: Hora de extravasar! Durante 10 minutos, grite, chore, salte, ria… Vale botar tudo pra fora como for!

Clicado por:  Picwall

Clicado por: Picwall

Terceiro estágio: Depois da tempestade, a calmaria. Abra os braços e salte suavemente por 10 minutos, repetindo o mantra “hu” cada vez em que seus pés tocarem o chão.

Quarto estágio: Pára tudo! Mantenha-se imóvel por 15 minutos na posição que quiser. Vai da sua disciplina evitar qualquer movimento!

Clicado por: Nebula

Clicado por: Nebula

Quinto estágio: Dance. Sinta os movimentos do corpo e manifeste gratidão por tudo de bom na sua vida.

Pronto! A regra, agora, é só uma: carregar a leveza pelo restante do dia. E passar adiante!

Clicado por: Antônio Alfarroba

Clicado por: Antônio Alfarroba

Que tal experimentar? Namastê! :)

Fonte: Osho Brasil

Alimentos com pouco sódio – e muito sabor!

O sódio está presente em inúmeros alimentos, portanto, você só precisa de bom senso: é fundamental ficar atento ao consumo diário da substância. E a atenção deve estar tanto no que você põe no prato como no copo!

Clicado por: Stuti Sakhalka

Clicado por: Stuti Sakhalka

Veja como controlar o sódio na alimentação:

1. Considere as castanhas para o lanche da tarde. Elas têm pouco sódio, trazem saciedade e ainda contêm vitamina C, importante para o sistema imunológico. Mas só vale se não tiver sal, certo?

2. A abóbora tem praticamente zero de sódio e pode ser usada na salada, na sobremesa e naquele creme levíssimo e cheio de sabor na hora do jantar.

Clicado por: Kelvin Beecroft

Clicado por: Kelvin Beecroft

3. Quem não vive sem comida chinesa pode trocar o tradicional shoyu pela sua versão light, com 25% a menos de sódio. Ainda assim, não abuse!

4. Os fãs da culinária mexicana ficam sem sal, mas não sem guacamole! O abacate, base da receita, não tem nada de sódio. Tempere com pimenta à vontade e você nem vai sentir falta do gostinho salgado.

Clicado por:  Jennifer

Clicado por: Jennifer

5. A soja é rica em proteína e pode diminuir o colesterol ruim. Que tal testar um strogonoff de soja?

6. Para acompanhar, arroz! Mas cuidado com o tempero: os industrializados costumam ter alto teor de sódio. Aposte na cebola, no alho ou em temperos fortes, como o curry.

Clicado por: Charles Haynes

Clicado por: Charles Haynes

7. Falou em arroz, lembrou do feijão. Tempere com orégano, manjericão, louro e uma semente de mostarda, cominho ou pimento-do-reino. Fica uma delicia e dispensa o sal!

8. Esqueça o macarrão instantâneo e seus temperos prontos. Uma massa com molho de tomate caseiro dá um pouquinho mais de trabalho, mas diminui drasticamente o consumo de sódio. De quebra, o tomate ainda é riquíssimo em água!

Clicado por: Alexandre Chang

Clicado por: Alexandre Chang

9. Sopas de caixinha também podem ser evitadas. Faça uma sopa de legumes com caldo caseiro: cozinhe alho, louro, aipo, orégano, cenoura e moranga, coe e, se sobrar, congele. No fim das contas, tudo o que é feito em casa costuma ter menos sódio que os alimentos industrializados.

10. A lentilha é livre de sódio. Então, não se restrinja ao Ano Novo: coloque-a no prato no restante do ano também!

Clicado por: Maria Regina Carriero

Clicado por: Maria Regina Carriero

Vai preparar um jantar especial no final de semana? Lembre-se das nossas dicas! ;)

Fonte: Zero Hora

TOP 10: frutas que hidratam

Nos dias quentes, uma fruta é o melhor lanchinho da tarde. Muitas delas provocam uma sensação refrescante, e boa parte disso vem da alta concentração de água nesses alimentos.

É claro que só as frutas não suprem a necessidade do nosso corpo. Beba pelo menos dois litros de água diariamente. Mas apostar nelas vale muito a pena!

Clicado por: Maria Mastrafchieva

Clicado por: Maria Mastrafchieva

Veja quais frutas de verão têm a maior quantidade de água:

1. Só em morder a melancia já percebemos que ela é cheia de água! Cerca de 92% da fruta é puro líquido. Tá calor? Um suco de melancia hidrata e refresca, além de fortalecer nossas reservas de vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina A.

2. O morango também tem 92% de líquido na sua composição. O sabor adocicado cai muito bem com saladas e sobremesas. E tem propriedades que ajudam na cicatrização da pele! Vem, verão!

Clicado por: Adriano Aurelio Araujo

Clicado por: Adriano Aurelio Araujo

 

3. A ameixa vermelha hidrata e pode curar a prisão de ventre (que é um dos sintomas da falta de água no organismo). Faça uma geleia da fruta e acrescente sabor e fibras ao café da manhã.

4. Já pensou em estar desidratada e, ainda por cima, de TPM? Previna os dois males com a framboesa. Uma porção de 100g da fruta contém 87% de água, 57 calorias e ainda ajuda a diminuir cólicas e oscilações de humor.

Clicado por:  Jose¦ü Carlos Casimiro

Clicado por: Jose¦ü Carlos Casimiro

5. O abacaxi também é riquíssimo em água – e um santo remédio. Rico em bromelina, ele ajuda na digestão. Tome um suco da fruta depois de almoçar.

6. A maçã tem alto poder de hidratação e age no controle do açúcar no sangue. Um estudo publicado no British Medical Journal mostrou os efeito positivos da fruta para o controle do diabetes. Uma maçã e uma Água da Pedra para acompanhar, por favor!

Clicado por: Carla Carvalho Toma¦üs

Clicado por: Carla Carvalho Toma¦üs

7. Quer afinar a silhueta para as festas de fim de ano? Aposte no melão. Ele é cheio de água e tem propriedades diuréticas, o que contribui para a eliminação de toxinas do organismo através da urina.

8. O mamão também ajuda na dieta, cuidando da digestão – e da hidratação! Acrescente aveia e iogurte para potencializar o efeito.

Clicado por: Luiz Barucke

Clicado por: Luiz Barucke

9. Além de água, a acerola é rica em vitamina C. Ela ajuda na irrigação e na oxigenação das paredes dos vasos sanguíneos da pele.

10. A laranja também é fonte de água e vitamina C. Coma o bagaço da fruta para controlar a prisão de ventre.

Clicado por: Victoria Rachitzky Hoch

Clicado por: Victoria Rachitzky Hoch

Não esqueça: frutas + Água da Pedra = vida equilibrada!

Fonte: Revista Saúde

Hot Yoga: alonga e aquece

Clicado por: Rufai Ajala

Clicado por: Rufai Ajala

A Hot Yoga está conquistando os Estados Unidos e, com a proximidade do verão, promete virar febre também no Brasil. Isso porque ela otimiza (e muito!) os efeitos da prática milenar: uma hora e meia queima em torno de 900 calorias!

Clicado por: Eli Christman

Clicado por: Eli Christman

A aula acontece em uma sala aquecida entre 40 e 42 graus, com 40% de umidade. No final do exercício, a sensação é de que tudo de ruim saiu pelos seus poros. A temperatura da sala também faz o corpo ficar mais flexível, ativa a circulação e ajuda na pressão arterial. Além disso, é mais fácil inspirar e respirar, já que o pulmão atinge sua capacidade máxima no calor.

Clicado por: Evan Lovely

Clicado por: Evan Lovely

E é claro: a garrafinha de água é companhia obrigatória para garantir o bem estar ao longo de toda a sessão.

As academias brasileiras recém começaram a adotar a atividade, mas ela existe há cerca de 40 anos. Muitas vezes a sala é aquecida para imitar as condições climáticas de seu país de origem, a Índia.

Clicado por: Nicholas Tonelli

Clicado por: Nicholas Tonelli

Há quem considere a Hot Yoga até mesmo uma forma de medicina preventiva. A prática melhoraria o condicionamento físico e a flexibilidade, eliminando toxinas e aliviando o estresse e a ansiedade. Os benefícios são visíveis no corpo: o trabalho muscular é intenso, sendo possível definir o corpo inteiro.

Clicado por: Sony DSC

Clicado por: Sony DSC

Gostou? Pegue sua Água da Pedra e faça uma aula experimental!

Fonte: Veja