Alimentos Probióticos e Prebióticos: para que servem?

Ao escolher o que comer, talvez você pense nos nutrientes e calorias ou no quão saciado você se sentirá ao consumir determinado alimento. Isso é ótimo! Mas tem outro aspecto interessante a se considerar: a funcionalidade daquilo que comemos.

6046720185_a09ea66857_z

Uma dieta funcional é aquela rica em alimentos nutritivos e que influencia certas funções orgânicas, principalmente aquelas envolvidas na digestão. Pra isso, vale investir nos alimentos probióticos e prebióticos, que atuam em conjunto e melhoram o trânsito intestinal, além de fortalecer o sistema imunológico e reduzir a glicemia e o colesterol no sangue.

Já ouviu falar deles?

A palavra “probiótico” quer dizer “a favor da vida”. Isso porque alimentos desse grupo contêm bactérias “do bem”, que equilibram a flora intestinal e trazem múltiplos benefícios à saúde. Os probióticos mais conhecidos são os dos grupos dos lactobacilos e das bifidobactérias, que auxiliam na digestão da lactose e reduzem a constipação. Eles estão presentes em leites fermentados, iogurtes, nata, queijos, carnes e patês, dentre outros.

3604928038_4e76a107bb_z

E há também os alimentos prebióticos. Os prebióticos são compostos por fibras fermentáveis, que servem como alimentos para os micro-organismos do intestino, estimulando seu crescimento. Cevada, aveia, trigo, soja, mel, raiz da chicória, aspargo, alcachofra, cebola, alho, tomate e banana são alguns alimentos desse grupo que dão aquela mãozinha pro organismo.

4103401582_4db60de35f_z

Coloque essa dupla no seu dia a dia! Iogurte com aveia no café da manhã, leite e banana no lanche, cebola, tomate e carne nas refeições… As combinações são muitas!  E se você for vegetariano ou vegano, vale substituir derivados de animais por produtos à base de soja. ;)

Fonte: Scielo

Não há comentários

Deixe seu Comentário

Seu email não será publicado e os campos obrigatóriso estão marcados.



*

Current ye@r *