Aromaterapia: cheirinho de saúde!

Cuidar da sua saúde é muito mais fácil (e cheiroso!) do que parece. A Aromaterapia promete tratar do corpo e mente por meio de óleos que podem ser usados no banho, em massagens ou através de aromatizadores.

17 - 02 Alice Harold

A prática foi introduzida à medicina ocidental nos anos 1920 pelo francês René Maurice Gattefossé. Mas indícios apontam que culturas antigas já conheciam seus benefícios terapêuticos. Há registros da prática no oriente, que datam de mais de 5 mil anos atrás.

O tratamento começa ainda na escolha dos óleos essenciais. Cada um deles atua sobre algum problema de saúde física ou psíquica. Existem opções para tratar de dores nas articulações ou músculos, problemas hormonais ou dermatológicos e proteger os sistemas neurológico, nervoso, digestivo, circulatório e respiratório. Normalmente, a Aromateria serve como um auxiliar nos tratamentos alopáticos ou homeopáticos, mas também gera benefícios como método isolado.

17 - 04 Tuscany In

É essencial procurar um profissional para saber qual o óleo indicado para o seu problema. Isso porque alguns deles não podem ser usados por crianças, gestantes e pessoas que sofrem de determinadas doenças. O Óleo de Bergamota, por exemplo, é perfeito para tosse e bronquite, mas pode ser ruim para epiléticos e hipertensos. Alguns, no entanto, são mais inofensivos: o Óleo de Mandarina, suave, pode ajudar na prisão de ventre, estresse, depressão, ansiedade, celulite e retenção de líquido.

17 - 03 Thomas Wanhoff

Para quem quer uma vida 100% equilibrada, o mercado ainda oferece óleos orgânicos, derivados de produtos sem resquícios de agrotóxicos. Vale a pena experimentar! ;)

Fonte: Bio Essência

Não há comentários

Deixe seu Comentário

Seu email não será publicado e os campos obrigatóriso estão marcados.



*

Current ye@r *